domingo, 21 de maio de 2017

Cartão Branco: o que é?

O cartão branco: A Federação Portuguesa de Futebol anunciou a chegada do " cartão branco " ao desporto rei. Já, existente em outras modalidades desportivas, este cartão consiste premiar os comportamentos exemplares de jogadores, de treinadores e de.... adeptos. Sim, leu bem, você também está sujeito a ser admoestrado pelo árbitro, caso tenha uma atitude adequada com os parâmetros de " fair-play ". Com efeito, o organismo que gere o futebol em Portugal comunicou que a estreia, desta nova medida, está marcada para Junho, numa competição nacional de sub-14, no entanto a organização liderada por Fernando Gomes pretende alargar o " cartão branco " a todas as competições nacionais, já na próxima época, ou seja, na temporada 2017/2018. Assim, a finalidade desta decisão é substituir o clima de tensão e de suspeição, que está instalado no futebol português, por um ambiente agradável, saudável e puro entre todos os agentes desportivos envolvidos no jogo. Na opinião, do blog Verdadedesportivaa360 esta introdução terá um destino repleto de insucesso, uma vez que o " cartão branco " não trará qualquer benefício para o individuo que o receba e, por este motivo, o mesmo deverá ser ignorado por todos os intervenientes da partida, dado que em Portugal a cultura de " ter de ganhar a todo o custo " é mais forte do que qualquer demostração de respeito e de fair- play pelo seu adversário. Em suma, não será desta maneira, que a FPF conseguirá resolver, os atuais, problemas do futebol português, visto que não é com respostas " suaves ", que ganhará o respeito e a preocupação dos clubes, para executarem comportamentos dignos da modalidade que cativa e apaixona tanta gente.

domingo, 14 de maio de 2017

Lucas Lima: o talento brasileiro que fica livre no final do ano

Lucas Lima: Geralmente, os contratos dos futebolistas terminam sempre a 30 de Junho do ano corrente, mas no mercado sul americano é ocorrente os vínculos expirarem no último dia do ano, ou seja, a 31 de Dezembro. Com efeito, a curiosidade deste facto, é por Lucas Lima, médio brasileiro de grande qualidade, estar, sensivelmente, a seis meses do fim do seu contrato laboral. Desta forma, o jogador, a partir de 30 de Junho, pode assinar um pré acordo com outro clube sem que o seu atual emblema, o Santos, seja recearcido financeiramente. Assim, o internacional canarinho será, certamente, um alvo apetecível por várias formações europeias e chinesas, basta saber, se Lucas vai privegiliar a vertente desportiva ou a financeira. De relembrar, que há duas épocas atrás, o criativo do Santos esteve muito perto de ingressar no Porto de Lopetegui, mas o negócio foi abortado, por exigências, de última hora, do futebolista. Atualmente, com 27 anos, o internacional canarinho pode ter aqui a sua última tentativa para triunfar na Europa, depois de uma primeira tentativa discreta e fugaz pelos campeonatos do " velho continente ", mais concretamente no espanhol ao serviço do Zaragoza. Relativamente, à qualidade futebolística, o jogador do " peixe " destaca se pela sua capacidade de conseguir trazer o jogo para frente, através de um drible refinado aliado a uma eficácia de passe incrível, que lhe permite criar diversas ocasiões de golo, bem como impôr uma dinâmica ofensiva bastante veloz e forte. Além disso, posiciona se muito bem em campo e, por isso, é lhe dada a função de organizador de jogo, uma vez que é muito lúcido e cerebral, na sua maneira de abordar uma jogada e sabe exatamente adaptar se às adversidades e condicionalidades da partida, sendo um jogador crucial para qualquer formação. Outra característica, reconhecida ao médio, é a sua raça e o seu compromisso defensivo, visto que trava vários duelos defensivos com uma taxa de recuperações de bola muito satisfatória, para um jogador da sua posição, ou seja, define se como um " 8 " moderno e de alta rotação, podendo atuar sem qualquer dificuldade num meio campo a três ou a quatro. No campeonato português, Lucas Lima seria uma excelente contratação para qualquer equipa, que tenha possibilidades de o contratar, dado que iria fazer estragos, nos relvados portugueses com a sua técnica e inteligência de jogo. Neste âmbito, encaixava que nem uma luva, no Porto ou no Sporting, que parecem possuír uma carência, na sua estrutura, na função de criativo e organizador de lances ofensivos. Em conclusão, o futebolista já tem em mãos uma proposta do Santos para prolongar o seu vinculo, que segundo rumores do Brasil parece ser do seu agrado, por isso é melhor que os seus interessados sejam céleres na realização de uma oferta com o propósito de assegurar os serviços.