segunda-feira, 10 de abril de 2017

Champions League: Quartos de finais

Champions: Após, uns oitavos de finais que bateram as expetativas, uma vez que se realizaram eliminatórias surpreendentes e históricas, chegou a hora da ronda que vai colocar frente a frente as 8 melhores equipas da Europa. Antes de abordamos os quartos de finais, vamos recuar até aos oitavos e fazer um " review " do que aconteceu. Neste sentido, o detentor do troféu, o Real Madrid, derrotou com alguma naturalidade o Napoli, que apesar da eliminação conseguiu deixar uma boa réplica da sua participação. Por sua vez, o Arsenal foi humilhado pelo Bayern de Munique num total de 10-2 para os alemães, que demonstraram uma total supremacia. Já, o Atlético de Madrid resolveu o seu confronto com o Leverkursen na Alemanha, controlando o resultado de 2-4 no Vicent Caldeiron. Diferente sorte foi a das equipas portuguesas, pois tanto o Benfica como o Porto ficaram pelo caminho aos pés do Dortmund e da Juventus, respetivamente. Por outro lado, o Lesceiter continua com a sua prova de sonho, derrotando o Sevilla no King Power Stadium por duas bolas a zero, seguindo assim a sua caminhada. Por fim, os jogos mais emocionantes foram as partidas que oposeram o Manchester City vs Mónaco e o PSG vs Barcelona. O primeiro encontro, teve o seu primeiro confronto no Ethiad Stadium, onde acabou com um improvável 5-3 para o conjunto de Guardiola, mas no principiado, os franceses foram mais fortes e personalizados e seguiram em frente com um 3-1. Por último, o Barcelona foi a França perder por 4-0, contundo contra todas as expetativas conseguiram a tal desejada " remontada" ao fixarem o resultado final num estodiante 6-1, com 3 golos, nos últimos 10 minutos.
Deste modo, a 17 de Março de 2017, em Nyon, realizou se o sorteio que ditou os embates dos quartos de finais da Liga dos Campeões. Assim, o Bayern de Munique enfrentará o Real Madrid, o Atlético de Madrid irá medir forças com o Lesceiter, a Juventus irá reeditar a final de 2015 com o Barcelona e o Borussia de Dortmund vai lutar por um lugar nas meias contra a sensação da prova, o Mónaco. A primeira mão terá como datas, os dias de 11 e 12 de Abril, enquanto que os jogos decisivos estão marcados para 18 e 19 desse mesmo mês.


Bayern vs Real: Uma final antecipada, pois tanto os alemães como os espanhóis são claros candidatos a erguer o troféu mais desejado da Europa, em Cardiff. Este confronto, também marcará vários reencontros, como o de Ancelotti e Xabi Alonso com os madrilenos e o de Kroos com a formação germânica. Relativamente à eliminatória, esta será equilibrada, mas neste momento, talvez os treta campeões da Alemanha tenham alguma vantagem, uma vez que apresentam uma melhor dinâmica coletiva, pois o Real é conhecido pela sua irregularidade exibicional e o seu fraco jogo coletivo, dependendo mais da ação dos seus principais protagonistas para resolver as partidas. Fator, que poderá ser prejudicial contra o emblema que detém a hegemonia do futebol alemão, que, certamente, explorará o pouco apoio defensivo dado pelos atacantes de Zidane e assim causará supremacia no meio campo defensivo dos " blancos ", que deverá traduzir numa maior posse de bola e de oportunidades criadas para a ex equipa de Guardiola. Porém, é sabido que o clube que possuí mais vitórias, nesta competição, se transcende nos grandes duelos, no entanto, terá de crescer e de sacrificar se mais, se quiser levar de vencida a formação, onde alinha Renato Sanches.

Atlético Vs Leicester: Num duelo que se prevê mais intenso e físico do que propriamente técnico e jogado, o favoritismo terá de ir para a equipa espanhola, pela experiência, pela maturidade, pelo valor dos seus jogadores e por ser nesta prova que mais se tem evidenciado pela positiva, esta época. Contudo, os pupilos de Simeone não poderão cair no erro que está tudo feito e que passarão com naturalidade, visto que enfrentarão o " renascido " campeão inglês, Lesceiter, que após ter vivido um autêntico pesadelo depois do sonho da temporada transata, conseguiu reencontrar se após o despedimento de Ranieiri e, atualmente, vive o melhor período de 2016/2017 com o seu novo treinador, Shekespeare, que parece está a " escrever " uma bela peça de vitórias com a formação britânica. Assim, os ingleses tentarão repetir a receita de " Sevilla ", ou seja, obter um resultado, na primeira mão, que permita sonhar e resolver, depois, no seu recinto. Por outro lado, " los colcheneros " vão procurar controlar a eliminatória em sua casa, para que o segundo encontro passe a ser uma mera formalidade.

Juventus vs Barcelona: Apesar do forte domínio interno da " squadra " transalpina e do seu ressurgimento externo, os " culés " deverão comprovar o seu favoritismo na eliminatória e assim carimbar um lugar na próxima fase. Esta previsão nasce da ideia que o Barcelona não se irá desleixar, nem deixar supreeender da mesma forma que se deixou " apanhar " pelo PSG. Neste sentido, a equipa orientada por Massimo Allegri definirá como principal missão, retardar o golo espanhol. Num momento, que as principais estrelas do campeão espanhol parecem ter acordado, dado que Neymar, Messi e Suarez passam por um excelente período exibicional, atualmente. Porém, a Juventus também merece uma chamada de atenção, porque dispõem de intervenientes de grande qualidade, como Pjanic, Dybala, Pjaca, Higuaín, Dani Alves, Alex Sandro, bem como excelentes " operários ", exemplos disso, é o alemão Khedira, Marchisio, Bonnucci, entre outros. Porém, ao contrário dos jogos com o Porto, a formação de Turim não deverá expor o seu jogo exterior com uma boa circulação de bola e preenchimento de todos os espaços do campo, permitindo lhe dominar ofensivamente e sufocar defensivamente. Com isto, os italianos tem tudo para ser um osso duro de roer, mas que acabará por ser roído e, consequentemente, eliminado.

Dortmund vs Mónaco: Talvez o encontro mais entusiasmante e mais direcionado para o ataque que este sorteio tem para oferecer aos amantes do futebol e seguidores da Champions League. Ambas, as formações apostam num futebol apoiado, ténico, ofensivo e galvanizador. Em primeiro lugar, temos um Borussia que através de fortes transições lançadas pelos seus homens do meio campo ( Weigl, Gonzalo Castro, Pusilic, Kagawa ) tentam executar movimentos de rutura que rasgam qualquer defesa, bem como aproveitar a profundidade oferecida pelos seus avançados ( Aubameyang, Reus, Dembele, Emre Mor ) com a finalidade de materializar, esta filosofia de jogo, em golo. Por sua vez, o atual líder da Ligue1, através de um jogo mais intenso, pensado e apoiado do que os germânicos, prima pela sua grande solidez defensiva e pela sua movimentação atacante entusiasmante, extremamente veloz e agressiva. Para isso, atletas como Mbappé, Bernardo Silva, Mendy, Sidibe, Lemar e Germain são fundamentais para o cumprimento das ideias de Leonardo Jardim. Outra caraterística, dos monegascos é a excelente contribuição atacante oferecida pelos seus laterais, que assim conseguem criar superioridade numérica em vários lances e comprometer o rigor defensivo do adversário. Em suma, será um confronto agradável de assistir e certamente fará desta partida um hino ao futebol e relembrar a verdadeira essência do futebol.

No fundo, serão 4 partidas que irão prender todos os amantes do futebol ao ecrã, dada a qualidade das equipas em prova e pela competição se encontrar já numa fase adiantada e decisiva. Como sempre, cá estaremos para observar e assistir a cada segundo de magia, de emoção, de polémica e de genialidade, que cada jogo dará e assim aproveitar cada momento do melhor futebol da Europa.

Sem comentários:

Enviar um comentário