sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Análise ao mercado de inverno

O mês de Janeiro trouxe algumas novidades à nossa Liga, uma vez que se realizou como sempre a habitual janela de transferências do período de inverno. Deste modo, os clubes procuraram reforçar os setores ou as posições mais débeis dos seus plantéis e, na verdade, houve algumas movimentações que despertaram maior interesse e curiosidade. Com efeito, as aquisições que tiveram mais destaque foram as de " Tiquinho " Soares, por parte do Porto e o empréstimo de Adama Traoré do Mónaco ao Rio Ave. Contudo, existe expetativa para ver como correrão as aventuras de Felipe Augusto, Hermes, Rafael Martins, Fede Cartabia e Sougou, nos maiores palcos do futebol português.

Soares- O experiente avançado de 26 anos chega ao reino do Dragão com o objetivo de oferecer um maior poder de fogo ao ataque azul e branco. Após, a contratação falhada de Depoitre ao Gent, visto que o " gigante " belga, só marcou, até agora, dois golos com a camisola do clube da invicta e pela principal alternativa a André Silva, ser, atualmente, um júnior de 18 anos, que está, agora, a dar os seus primeiros passos no futebol sénior, a equipa orientada por Nuno Espírito Santo viu se obrigada a ir ao mercado à procura de um avançado que desse mais solidez e eficácia ao momento ofensivo do Porto e essa escolha recaiu, no ex Vitória de Guimarães. Por um lado, o brasileiro destaca se pela sua capacidade de luta e pelo desgaste que provoca nos defesas, devido à sua enorme pressão. Também, se carateriza por ser um jogador móbil, algo que vai de acordo com as ideias de jogo do treinador do Porto e pelo seu bom sentido posicional e de finalização. Por outro lado, " Tiquinho " tem algumas debilidades técnicas e dificuldades no último momento decisão com bola. Em suma, o atleta agenciado por Deco, antiga glória do emblema presídio por Pinto da Costa, é dono de atributos que no geral podem lhe levar ao sucesso na sua estadia pelo maior clube do Norte.

Hermes- O ex-Grémio foi uma contratação " sem custos " para o lado da Luz e pela forma como aconteceu a negociação parece ser uma aquisição pensada a médio/ curto prazo, para que este se adapte ao clube, nestes próximos 6 meses, e assim possa conseguir substituir, na perfeição, no Verão, a saída de Grimaldo ou a de Eliseu. Desta forma, Hermes é um lateral com qualidades muito idênticas às de Grimaldo, no momento ofensivo, isto é, uma enorme facilidade em subir no flanco, devido a uma boa condução de bola e uma grande assertividade e eficácia nos cruzamentos. Além disso, gosta de jogar num futebol apoiado e muito técnico. Na vertente defensiva, o atleta é muito forte nos duelos aéreos e nos confrontos individuais com os seus opositores, uma vez que demonstra uma percentagem razoável de recuperações de bola. Assim, após esta analise, é percetível que o emblema das águias possuí um elemento de valor, que assegurará a qualidade existente no setor defensivo, nas próximas épocas.

Rafael Martins- O experiente atacante brasileiro de 27 anos protagonizou mais um regresso ao futebol português, dado que já registou duas passagens pela principal liga de Portugal, mais concretamente, ao serviço do Vitória de Setúbal e do Moreirense, onde apontou mais de 30 golos com a camisola destes dois emblemas. O avançado chega a terra de D. Afonso Henriques para fazer esquecer o seu compatriota Soares que rumou ao Porto e assim marcar uma nova era no conjunto de Pedro Martins. Deste modo, a nova referência ofensiva dos vitorianos destaca se pelo seu forte remate e pelo seu " faro " de golo. Além disso, trabalha imenso para a equipa, ou seja, tenta sempre oferecer uma linha de passe, bem como encontrar espaços para o seu conjunto procurar a profundidade e assim o contra golpe. Outra qualidade, associada a este reforço é a sua capacidade de levar a sua equipa para a frente, de modo a fazê la subir no terreno. Concluindo, Rafael Martins tem tudo para executar uma excelente segunda volta com as cores do clube do Minho e fazer esquecer Soares.

Adama Traoré- Uma das grandes supresas do último dia de mercado foi o jovem Adama Traoré. Isto, porque, o Rio Ave viu sair Felipe Augusto para o Benfica, mas com ajuda do agente desportivo, Jorge Mendes, consegue encontrar um substituto de qualidade indiscutível, que no verão de 2015 custou 14 milhões de euros ao Mónaco, uma vez que, nesse ano, o atleta africano foi considerado o melhor jogador do mundial de sub-20 ocorrido na Nova Zelândia. O senegalês é visto como um talento em bruto, que, neste momento, necessita de tempo de jogo, para que possa conseguir aproveitar da melhor forma as suas melhores caraterísticas. Traoré, tem como pontes fortes a sua velocidade e o seu drible, que lhe permitem ultrapassar com relativa facilidade os seus opositores e criar jogadas de perigo junto da área adversária. Por isso, o atleta vilacondense é uma seria arma no contra golpe, algo que pode desiquilibrar o jogo a seu favor. Já, defensivamente é muito bom nas intercessões de bola, conseguindo na maior parte das vezes estancar os ataques dos jogadores rivais. Em suma, este empréstimo tem tudo para dar certo e certamente Adama Traoré será um atleta em ter atenção, nesta segunda metade de campeonato.

Notas: Outras mudanças que nesta janela de transferências se verificaram foi a ida de Felipe Augusto para a Luz, onde Rui Vitória esperará que o médio brasileiro consiga oferecer uma maior capacidade física ao miolo do tri campeão nacional e assegurar qualidade na circulação de bola e na criação de oportunidades de golo. Por sua vez, o Braga requiriu ao Valência os serviços do extremo espanhol, Fede Cartabia, e Jorge Simão pode esperar do atacante muita velocidade e agitação nas alas bracarenses. Por último, Sougou estará em Moreira de Cónegos até ao final da temporada por empréstimo do Sheffield Wednesday do Championship de Inglaterra e terá como principal missão melhorar a eficácia da equipa vencedora da Taça da Liga, além de acrescentar experiência e garantir a velocidade e a profundidade que os pupilos de Augusto Inácio procuram na movimentação atacante.